Jornal O Interiorano - A verdade como referência - Fundador: João Victor da Silva - CNPJ: 13.513.199/0001-01 - Fone: (83) 8855-0110 - Sapé-Paraíba.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Mães homenageadas
Priscila Rocha, vereadoras e funcionárias da Câmara de Sapé se confraternizam

Um momento intimista, de amizade e confraternização marcou a tarde desta segunda-feira,16, na Câmara Municipal de Sapé, ainda dentro das comemorações do Dia das Mães.
Para comemorar a data, a esposa de Johni Rocha, Priscila, juntamente com as funcionárias da Casa e as vereadoras Cibele Cabral, Graça Lopes e Vera do Peixe, comemoraram, de forma intimista, a memorável data. Priscila, que chegou de viagem nesta segunda-feira, encontrou tempo para, ali mesmo, no prédio da Câmara, externar votos de felicidades, vida longa e saúde a todas as mulheres da Câmara Municipal de Sapé, entre elas as três mulheres com assento na Casa de Augusto dos Anjos.
Em suas breves palavras, a esposa do presidente da Câmara sintetizou: “Gosto de eventos assim, intimista e que me permite falar das coisas do coração. Quero dizer que as coisas mudaram em minha vida quando descobriu que seria mãe. Dedico essa homenagem a todas as mães – uma homenagem simples e singela que possa alcançar todas. Nesse momento, não falo como mulher do presidente Johni, mas sobretudo, como mãe. Encerro dizendo que, ser mãe é abrir mão da própria vida em prol dos filhos”.
Usando da palavra, a vereadora Vera do peixe, emocionada, disse: “Tenho os filhos que pedi a Deus, maravilhosos e como sempre sonhei”. Vera fez um relato de sua vida comprometida com a criação de seus filhos.
Já a vereadora Graça Lopes, em suas palavras, falou de sua experiência de ser mãe ainda bem jovem, e se disse apaixonada pelos seus filhos. “Que Deus abençoe a todos eles. Com a força que vem de Deus, sei que encontrarei razões para lutar sempre pela minha família”.
Encerrando, a vereadora Cibele Cabral agradeceu a homenagem prestada pela Câmara, através de Priscila e funcionárias da Casa. Cibele falou sobre a dádiva de ser lembrada, sobretudo pelos filhos. “É muito bom ser lembrada pelos filhos. A mãe quer que o filho apenas a ame, e se esse amor morrer, quem sobreviverá?”.

O evento na Câmara foi marcado por emoção e testemunhos das mulheres, em sua missão de ser dona de casa e cuidadora dos filhos. Ao final foi apresentado um vídeo e servido um lanche, culminando com a entrega de brindes e flores às mães.

Da redação
do Interiorano





 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário