Jornal O Interiorano - A verdade como referência - Fundador: João Victor da Silva - CNPJ: 13.513.199/0001-01 - Fone: (83) 8855-0110 - Sapé-Paraíba.

terça-feira, 16 de outubro de 2018


MUTIRÃO DE FÉ

Congregação presbiteriana

Mangabeira II em Sapé

dá o pontapé inicial

na construção de templo

A Congregação Presbiteriana Mangabeira II em Sapé, cujo projeto de evangelização teve início a quatro anos, teve hoje a iniciativa histórica de começar o projeto de construção de seu templo próprio, em terreno localizado no Conjunto José Feliciano, em Sapé.

O projeto que abrangerá um mutirão da fé, através de doações de material via depósitos em conta corrente, ofertas pessoais e outros tipos de ajuda, começou na manhã desta terça-feira, 16, com o serviços de corte de terra,  terraplanagem e limpeza do terreno, com o apoio dos empresários Dado Firme e João Autopeças, que estiveram no local e acompanharam o trabalho da retroescavadeira, sob a orientação do irmão Everaldo(ele que fez as medições da área).

Com a construção do tempo, a Igreja Presbiteriana do Brasil em Sapé condiciona um marco na história desta denominação que teve seu primeiro templo construído há mais de 90 anos, alcançado a mesma longevidade da própria cidade.
Jubilosos, irmão evangélicos comemoram início dos trabalhos

“Estamos iniciando um projeto que marcará a história da cidade, e para isso, precisaremos da ajuda de muita gente que já está se prontificando para esse apoio, e damos glória a Deus por isso”, disse o irmão Everaldo.

Para àqueles que desejam contribuir com o projeto de construção, a igreja disponibiliza a conta bancária nº 44697-6, Agência 3501-7, Variação:96, Banco do Brasil. Os interessados também podem ofertar através do preenchimento de um formulário com dados pessoais e valores especificados ou diretamente da compra de material para a doação direta(entrega em mãos).

Da redação
Do Interiorano
Créditos> João Victor




sexta-feira, 12 de outubro de 2018


No Dia da Criança

UMP de Mangabeira II e Sapé promovem ação social em prol de crianças e adultos, evangelizam e pregam a Palavra de Deus

Uma tarde movimentada no Conjunto José Feliciano, hoje, 12, em Sapé, através da UMP desta cidade e da Igreja Mangabeira II, numa ação social que contemplou adultos e crianças de vários bairros, com corte de cabelo, distribuição de presentes (brinquedos) e doação de vestuários para adultos e crianças.



Música, dinâmicas e evangelização também fizeram parte da ação que movimentou a juventude levando a Palavra de Deus às ruas do Conjunto José Feliciano e do Bairro Agrovila.


Falando à nossa reportagem o presidente da UMP e vice-presidente da Federação Sul-PB, Fabrício Queiroz, disse que era um momento de muita alegria, algo muito gratificante poder demonstrar o amor de Deus para àquele que ainda não o conhece, e que isso foi feito. “A nossa ação ultrapassou todas as expectativas, pois alcançamos um número de pessoas bem além do esperado”, disse o jovem Fabrício.
Já o presidente da UMP da Federação Sul, Thomas Ewerton, avaliou: “A mobilização é importante em nossos eventos, por conseguirmos trabalhar em prol do Reino e alcançar também a comunidade, bem como, fazer com que a igreja seja conhecida. Foi a primeira vez que vim para um evento dessa natureza específica, em Sapé. Fiquei muito satisfeito com os resultados, sentindo de perto a presença e a alegria de cada criança que a assistimos com a nossa campanha, justamente no seu dia”.
O evento que começou às 14h adentrou a noite, com a realização de culto de adoração e agradecimento a Deus por todas as atividades realizadas. O ministrante da Palavra de Deus foi o secretário presbiteral da UMP da Federação Sul, Walter Lúcio, que trouxe uma mensagem em Marcos 5: 21-43, chamando a todos para uma meditação quanto aos dois milagres, o primeiro operado numa mulher com um fluxo de sangue; e o outro, operado em uma criança, que trouxeram, além de cura, salvação para ambos os personagens bíblicos.

Da redação
Do Interiorano



























































15 prefeitos assinam acordo para acabar com lixões do Litoral da Paraíba

Quinze prefeitos da região litorânea atenderam ao chamado do Ministério Público da Paraíba e assinaram os primeiros acordos de não-persecução penal, se comprometendo a não destinar mais para os lixões os resíduos sólidos produzidos nas cidades, até outubro de 2019. Os gestores reconheceram que precisam fazer o esforço para cumprir a Lei 12.305/2010, sem que, para isso, precisem ser processados. O prazo para esta primeira fase terminou nesta quinta-feira (11/10). Gestores de outras regiões também serão provocados para dar um fim ao crime ambiental.
Assinaram os acordos os municípios de Lucena, Curral de Cima, Jacaraú, Lagoa de Dentro, Pedro Régis, Capim, Cuité de Mamanguape, Mamanguape, Mataraca, Baía da Traição, Marcação, Rio Tinto, Cruz do Espírito Santo, Pitimbu e Pedras de Fogo. Conde informou que já não destinava resíduos a lixão e o MPPB está aguardando a documentação comprobatória. O gestor de Itapororoca justificou um contratempo, mas adiantou que assinaria o acordo na segunda-feira. Dos 19 convocados pelo MPPB nesta primeira etapa, apenas os gestores de Caaporã e Alhandra não compareceram dentro do prazo estipulado e também não justificaram a ausência.
Cumprimento da lei
O procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, destacou a necessidade de se cumprir a lei e lembrou que não é o objetivo do órgão ministerial denunciar nenhum gestor e, por isso, idealizou o projeto para acabar com os lixões, usando o acordo de não-persecução penal. Ele ressaltou também que o MPPB, assim como o MPF, a Sudema e o Ibama estão à disposição dos prefeitos que querem, de fato, resolver o problema, no sentindo de tentar reduzir os entraves burocráticos, oferecer capacitação e o apoio necessário e possível para que os lixões sejam encerrados.
O procurador de Justiça Francisco Sagres, que integra a comissão do MPPB que está coordenando o projeto, disse que o Ministério Público não está só colocando a opção de assinar ou ser denunciado ao prefeito, mas está também oferecendo todas as oportunidades e apontando experiências exitosas de outras cidades, especialmente do Estado de Alagoas, que conseguiu acabar com os lixões, para que os gestores vejam que isso é possível, mesmo com dificuldades financeiras.
O procurador da República, Werton Magalhães, disse que estava feliz por participar da parceria com o MPPB e com os prefeitos que estão tendo a boa vontade de acabar com um problema antigo e disse que, nesse embate civilizado entre os gestores e o Ministério Público, quem mais ganha são os cidadãos.
Além dos prefeitos e advogados dos municípios e dos procuradores Francisco Seráphico, Francisco Sagres e Werton Magalhães, estiveram presentes à solenidade de assinatura coletiva dos acordos, que aconteceu na tarde desta quinta-feira, o 1º subprocurador-geral de Justiça, Alcides Jansen e os promotores de Justiça, Raniere Dantas, Eduardo Torres, Carmem Perazzo, Ilcléia Mouzalas, Rosa Cristina Carvalho, além do secretário-executivo da Federação das Associações dos Municípios da Paraíba, Pedro Dantas.
“Estávamos sozinhos… veio esse apoio do MP”
O prefeito de Pitimbu, Leonardo Barbalho,  ressaltou a importância da iniciativa do MPPB de dar suporte aos municípios. “Nós, prefeitos, estávamos sozinhos, querendo resolver, mas de mãos atadas, sem incentivos e alternativas. Então veio esse apoio do Ministério Público, com técnicos capacitados, nos apresentando experiências exitosas de cidades da Paraíba e de Alagoas. Já formamos uma comissão com pessoas da área para visitarmos in loco essas cidades, principalmente aquelas com características semelhantes às nossas”, disse.
Já o prefeito de Curral de Cima, Antônio Ribeiro Sobrinho, afirmou que vai correr para resolver o problema dentro do prazo estabelecido. Já o prefeito de Capim, Tiago Roberto Lisboa, destacou a importância da parceria com o Ministério Público e demais órgãos para encontrar as soluções adequadas para os resíduos sólidos.
Com Parlamento PB

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Na Câmara de Sapé:

Mesmo com a presença de 13 vereadores, presidente interino não realiza sessão para escolha de presidente 

Vereadores com assento na Casa de Augusto dos Anjos se disseram perplexos com a não realização de sessão ordinária na manhã desta quinta-feira ,11, para a  escolha do presidente que conduzirá a Casa até dezembro deste ano. 
A sessão legislativa do dia 02 de outubro, a qual contou com a presença de 10 parlamentares e que elegeu o vereador Luiz Limeira teve seus efeitos suspensos e manteve  o presidente interino  Wilson Cavalcante, o qual deveria realizar de imediato  sessão com a finalidade de realizar outra eleição, conforme decisão judicial.
Nesta quinta-feira (11) deveria ocorrer a sessão ordinária da Câmara Municipal e a eleição da Mesa Diretora, conforme determina o Regimento Interno, que afirma ainda em seu Art.  64, Parág. 1  que tal sessão só não poderia se realizar se não houvesse quorum e/ou por decisão do plenário. O que aconteceu foi que, mesmo registrando-se a presença de 13 parlamentares, a sessão ordinária não foi realizada deixando a maioria dos parlamentares situacionistas perplexa.
"Fomos verbalmente dispensados, isso não passa de mais uma manobra para se perpetuar na presidência", disse um dos parlamentares, que preferiu não se identificar, diante de alegações do presidente interino de que encontrara a sala da tesouraria e presidência arrombadas.

O que se entende, depois de tanta polêmica envolvendo a eleição da Câmara de Sapé, é que na próxima quinta-feira,18, enfim possa acontecer a escolha da presidência da Casa.

Da redação
do Interiorano

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Paraíba é reconhecida por

 Mérito da Ciência com

 Prêmio nacional concedido

 à profa Francilene Garcia

Foto: autor desconhecido.

















Novidade no campo da ciência e tecnologia do Brasil. É que a instância 
máxima de avaliação do desempenho de personalidades com grande 
contribuição na área acaba de anunciar o nome da professora doutora
 Francilene Garcia como contemplada com a Medalha Nacional do Mérito 
Cientifico – Categoria Comendador.
  • Ela sucede paraibanos do nivel do professor  Lynaldo Cavalcanti.
    Segundo informações obtidas com exclusividade pelo Portal WSCOM, 
  • Palácio do Planalto confirma para o próximo dia 17, a partir das 15 horas,
  •  a entrega do Prêmio do Mérito pelo presidente Michel Temer.
QUEM É – Atual Secretária de Ciencia, Tecnologia do Governo do Estado,
 Francilene Garcia tem reconhecimento nacional pela contribuição dada à
 ciência e tecnologia do Pais, a partir de Campina Grande.
Ao longo do tempo, tem conduzido Projetos de P&D em TI juntamente com 
outras instituições parceiras (PaqTc-PB, PMCG, FIEP/IEL).
Após ter concluído a Graduação em Ciência da Computação (1988), iniciando
 o primeiro ciclo de 8 anos de minha carreira, dediquei boa parte de meu
 tempo para capacitação e aprimoramentos a nível de Programas de
 Pós-Graduação. Em 1994, conclui o Mestrado em Informática.
Em 1995, conclui uma Especialização em Qualidade e Produtividade. 
Finalmente, em 1999, conclui o Doutorado em Engenharia Elétrica. Durante
 a realização do Doutorado, estive atuando como Pesquisadora Visitante junto
 a TsinghuaUniversity (1996-1999), em Pequim, China. A experiência vivenciada
 na China foi muito compensadora, seja no âmbito do Programa de Doutorado,
seja na convivência com uma cultura tão rica.
Nestes 12 anos de atuação profissional, tive a oportunidade de publicar cerca de
 25 artigos técnicos, realizar visitas a vários Centros de P&D no país e exterior
 (Argentina, Austrália, Bélgica, China, Cingapura, Coréia do Sul, EUA, França,
 Hong Kong, Reino Unido, Japão, Malásia, e Taiwan).
Com WSCOM