Jornal O Interiorano - A verdade como referência - Fundador: João Victor da Silva - CNPJ: 13.513.199/0001-01 - Fone: (83) 8855-0110 - Sapé-Paraíba.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Ligações perigosas? Bruno acredita que proximidade de Cássio com Aécio não prejudicará senador paraibano


Ligações perigosas? Bruno acredita que proximidade de Cássio com Aécio não prejudicará senador paraibano
 O deputado estadual Bruno Cunha Lima (PSDB), informou em entrevista a uma rádio paraibana nesta segunda-feira (22), que apesar da crise dentro da sigla, que ele considera ser a maior pela qual o partido já passou, ele não pensa em mudar de partido.

O jovem parlamentar tucano que se posicionou a favor da destituição de Aécio Neves da presidência nacional da sigla, após escândalos envolvendo Michel Temer e o senador tucano serem revelados, também disse que um grande erro é se tentar generalizar o que vem ocorrendo no Brasil.

“O PSDB vive também uma crise, com o presidente sendo afastado da presidência e do mandato, mas essa fatura não é minha. Não se pode generalizar pois dentro de todos os setores há o joio e o trigo. Há um período de acirramento não só na política mas na sociedade como um todo, mas a condição de um não pode ser agravada pela condição do outro” pontuou.

Bruno ainda ressaltou que apesar da crise e de todas as investigações que estão ocorrendo no Brasil, o país estaria muito pior se tudo ainda estivesse sendo feito sem o conhecimento da população.

“O Brasil está bem, estaria ruim se tudo ainda estivesse debaixo do tapete. Isso que estamos passando é horrível, mas é impossível se fazer um omelete sem quebrar os ovos, então eu acredito que o país, depois de ultrapassada essa crise, deve sair muito beneficiado” declarou.

Questionado se o fato de Aécio Neves ter sido afastado, pode de alguma forma prejudicar o senador paraibano Cássio Cunha Lima, Bruno disse acreditar que isso não seja possível.

“Não necessariamente. Veja bem, a minha linha de atuação não é necessariamente a mesma de um colega de partido. Não necessariamente por fazermos parte de uma mesma sigla comungamos exatamente da mesma ideia. O partido é feito de pluralidade. Eu não acredito que por essa ligação uma coisa ruim que aconteça com Aécio posa resvalar em Cássio, tanto como uma coisa boa também não resvalaria” disse.
Com PBAGORA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário