Jornal O Interiorano - A verdade como referência - Fundador: João Victor da Silva - CNPJ: 13.513.199/0001-01 - Fone: (83) 8855-0110 - Sapé-Paraíba.

terça-feira, 24 de abril de 2018

Campo de futebol é destruído em briga por herança em Sobrado e revolta população de Lagoa do Padre


Uma briga por herança envolvendo a família da ex-prefeita de Sobrado, Maria Luiza, acabou com a destruição de um importante instrumento de lazer da comunidade Lagoa do Padre. O conhecido Campo do Vasco, um dos melhores campos abertos da região da Zona da Mata, foi destruído na semana passada.
O campo fica na fazenda do pai de Luíza, que na época quando a mesma era prefeita,  fez a doação do terreno para construção do referido campo, inclusive o espaço ganhou vestiários que levava o nome do doador do terreno, conforme  pode-se conferir na placa de inauguração da obra, datada de agosto de 2001.
A destruição do campo ocorreu sob o olhar  desesperado de quem assistiu aquela atrocidade e causou revolta nos moradores do local que acionaram o ExpressoPB.net para expressarem a insatisfação com o ocorrido.
Segundo os moradores do local, apesar de vivos, os país da ex-prefeita estão em litígio com os filhos pelas propriedades e posses, e estes queriam reaver o terreno.  Como forma de resolver o problema, a prefeitura enviou a Câmara Municipal um projeto de lei para decretar a área como sendo de utilidade pública, como de fato já o é há quase 20 anos, e para fins de regularização através de desapropriação.
Como represália, os filhos do casal resolveram tomar a medida radical de destruir o campo, que continha grama  bem conservada, plantada à mão pelos próprios moradores que levou anos para fechar o solo, sem irrigação nenhuma.
ExpressoPB.net tentou um contato com a prefeitura de Sobrado na manhã desta segunda-feira (23) para tentar entender a problemática, mas não obtivemos sucesso.  Já com a família envolvida na questão, a redação tentou um contato com a ex-prefeita Maria Luiza, mas não fomos atendidos nem as ligações foram retornadas.
Os moradores lamentam o prejuízo e afirmam que o tradicional torneio do dia do trabalhador está prejudicado.

Da Redação 
Do Expresso PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário