Jornal O Interiorano - A verdade como referência - Fundador: João Victor da Silva - CNPJ: 13.513.199/0001-01 - Fone: (83) 8855-0110 - Sapé-Paraíba.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Site nacional revela como irão votar os deputados paraibanos na denúncia de corrupção passiva contra Temer

Site nacional revela como irão votar os deputados paraibanos na denúncia de corrupção passiva contra Temer
 Para que a denúncia contra o presidente tenha seguimento no Supremo Tribunal Federal, a Câmara dos Deputados precisa autorizar. Na Casa, o caso é submetido, primeiro, à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde um parecer - a favor ou contra a admissibilidade da denúncia - é elaborado e votado. Independentemente do resultado na CCJ, a denúncia segue para o plenário da Câmara. Na votação no plenário, é necessário o mínimo de 342 votos para que o Supremo Tribunal Federal (STF) possa julgar a acusação formal contra o presidente. O site nacional (https://342agora.org.br/) lançou uma campanha nacional, onde averigua aposição dos 12 deputados federais paraibanos sobre o tema.

Segundo o portal, que também lançou um vídeo com dezenas de artistas nacionais pedindo o apoio dos deputados para a admissibilidade do processo de investigação, os deputados paraibanos que são favoráveis que o STF possa investigar Temer pela denúncia de corrupção passiva são: Veneziano Vital do Rêgo (PMDB); Luiz Couto (PT); Pedro Cunha Lima (PSDB). Vale ressaltar a posição do deputado peemedebista Veneziano que também votou contra a Terceirização, a Reforma Trabalhista e é contrario a Reforma da Previdência nos moldes atuais. O paraibanos é um dos três pemedebistas do Brasil que se posicionou contrario a posição defendida por Temer do partido votar pelo arquivamento da denúncia.

De acordo com o portal 342agora, estão indecisos sobre o processo contra Temer os parlamentares paraibanos. Benjamim Maranhão (SD); Wilson Filho (PTB); Damião Feliciano (PDT); Wellington Roberto (PR); Rômulo Gouveia (PSD) e Efraim Filho (DEM).

Votam pelo arquivamento da denúncia contra Temer os deputados paraibanos: André Amaral (PMDB); Aguinaldo Ribeiro (PP) e Hugo Motta (PMDB). O dia da votação da denúncia no Plenário da Câmara ainda não foi definido, mas o presidente da Casa, Rodrigo Maia (Dem), quer que aconteça antes de agosto para não “travar o país”. Para a denúncia prosseguir para julgamento no Supremo Tribunal Federal, precisa receber ao menos 342 votos favoráveis para ser aceita, dos 513 deputados da Câmara.

Redação com PBAGORA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário