Jornal O Interiorano - A verdade como referência - Fundador: João Victor da Silva - CNPJ: 13.513.199/0001-01 - Fone: (83) 8855-0110 - Sapé-Paraíba.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

João Gonçalves faz balanço da CPI da Telefonia instalada na AL

Deputado João Gonçalves, presidente da CPI da Telefonia
Foto: Roberto Guedes
Deputado João Gonçalves, presidente da CPI da Telefonia Foto: Roberto Guedes
Na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado estadual João Gonçalves (PDT), presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito da Telefonia fez, nesta quarta-feira (17), um balanço das ações da CPI e anunciou que nos próximos dias deve ser assinado um ajustamento de conduta com as operadoras de telefonia. O documento vai garantir transparência nos investimentos feitos em todos os municípios paraibanos.
Segundo o parlamentar, com a Tim as negociações avançaram bastante e devem ser concluídas ainda nesta semana, já com as demais operadoras, resultados significativos devem ser apresentados em até oito dias.
“Participamos ontem à noite (terça-feira) de uma reunião com representantes da Oi e Vivo e avançamos muito. Nos próximos dias essas operadoras devem fechar negociação. Vamos mostrar aos paraibanos o que será investido nas suas cidades. Isso mostra a seriedade dos trabalhos dessa CPI”, destacou.
A partir do ajustamento de conduta a população vai poder saber qual será o valor investido no seu município. “Quando e em quê vai receber esses investimentos”, ressaltou o deputado.
Instalada para investigar danos ao consumidor causados pelas empresas de Telefonia Móvel, Fixa, Internet banda larga e TV, a CPI já realizou 55 sessões extraordinárias e coletou os depoimentos de representantes das operadoras, entre eles, o presidente da Claro, José Antonio Guaraldi Félix.
A CPI foi alvo de quatro ações judiciais movidas pelas operadoras de telefonia para tentar cancelar os trabalhos e para que seus representantes não fossem obrigados a depor. “Todas foram negadas pelo Tribunal de Justiça da Paraíba e agora eles recorreram ao Superior Tribunal de Justiça. Nós vamos persistir e continuar com os trabalhos da CPI”, frisou.
João Gonçalves destacou ainda as mudanças que foram feitas na eleição para o Conselho de Usuários da operadora, fruto de uma reivindicação da CPI. “A Oi está obrigada a convocar todos os usuários para participar da eleição do Conselho dos Usuários. Isso é trabalho desta CPI”, frisou.
Os membros da CPI se reúnem novamente na próxima sexta-feira (19), às 8h30, no Plenário da Assembleia Legislativa.
Com MaisPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário