Jornal O Interiorano - A verdade como referência - Fundador: João Victor da Silva - CNPJ: 13.513.199/0001-01 - Fone: (83) 8855-0110 - Sapé-Paraíba.

quinta-feira, 24 de março de 2016


Polícia prende suspeito de

estelionatoque se passava

por Delegado da Polícia

A ação aconteceu em cumprimento a mandado de prisão preventiva contra Itamar



Créditos: Divulgação

As Polícias Civil e Militar da Paraíba, em ação conjunta realizada nesta quarta-feira (23), na cidade de Pedras de Fogo, prendeu Itamar Batista Miguel, suspeito da prática de estelionato e falsidade ideológica em vários Estados do Nordeste, entre eles Paraíba, Ceará e Pernambuco. A ação aconteceu em cumprimento a mandado de prisão preventiva contra Itamar, que chegou a se passar por delegado da Polícia Federal para aplicar os golpes.
Segundo o delegado Aneilton Castro, da 6ª Delegacia Seccional de Alhandra, o suspeito responde a vários processos em cidades diferentes da Paraíba e é investigado pelo crime de estelionato. “O suspeito em questão responde a vários processos nos Estados do Ceará, Pernambuco e, principalmente, Paraíba, respondendo a crimes de estelionato, falsidade ideológica e falsificação de documentos públicos, chegando a se identificar como delegado da Polícia Federal e falsificando a sua própria certidão de óbito. Na Paraíba, há procedimentos policiais contra Itamar Batista Miguel em João Pessoa, Campina Grande, Patos, Sapé e Pedras de Fogo”, destacou.
De acordo com as investigações, o suspeito também utilizava os nomes Itamar Batista dos Santos e Itamar Batista da Silva. “Vários processos estavam suspensos devido ao suspeito estar em local incerto, mas hoje conseguimos localizá-lo em Pedras de Fogo. O fato é que ele deu vários golpes financeiros, sempre se utilizando de empresas de fachadas, como clínicas médicas e construtoras. Vários documentos falsos e um veículo foram apreendidos com o suspeito”, disse a autoridade policial.
Ainda pesa contra o suspeito uma denúncia do Procurador da República da 13ª Vara Federal do Ceará, que pede a prisão preventiva de Itamar Batista Miguel pela prática de vários crimes como falsificação de documentos públicos naquele Estado.
No curso da investigação, o Departamento de Polícia Federal recebeu da Secretaria de Segurança e Defesa Social do Ceará a informação de que em desfavor de Itamar Batista Miguel existe um mandado de prisão em aberto expedido pelo Juízo da Comarca de Campina Grande desde 12/12/2002, por violação do Art. 171, parágrafo 2ª do Código Penal. Ainda foram encontradas, junto ao Infoseg, informações da carteira de habilitação do suspeito.
Após ter sido preso em flagrante, Itamar Batista Miguel e todo material apreendido foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Pedras de Fogo, onde foi autuado em flagrante por uso de documento falso, já que se apresentou com um RG falsificado. Ele confessou, inclusive, que no Ceará chegou a comprar uma carteira de investigador federal”, concluiu o delegado Aneilton Castro.
DISQUE DENÚNCIA – O delegado informou que a população poderá contribuir com as investigações ligando para o disque denúncia (197). Qualquer pessoa que reconheça o suspeito após a divulgação de sua foto ou tenha sido vítima do mesmo, poderá ligar para o número 197 e fazer a denúncia. Não será necessário se identificar e a Polícia garante sigilo absoluto sobre a denúncia.
Com redação/WSCOM Online/ Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário