Jornal O Interiorano - A verdade como referência - Fundador: João Victor da Silva - CNPJ: 13.513.199/0001-01 - Fone: (83) 8855-0110 - Sapé-Paraíba.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Mais de 99% dos imóveis paraibanos são visitados no combate ao mosquito Aedes aegypti

Mais de 99% dos imóveis paraibanos são visitados no combate ao mosquito Aedes aegypti
 O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), encerra na próxima segunda-feira (29) o primeiro ciclo de visitas a imóveis na Paraíba para combater o mosquito Aedes aegypti. De acordo com o Relatório de Acompanhamento de Visitas aos Imóveis, desde o dia 4 de janeiro deste ano até agora, 99,25% dos imóveis paraibanos já foram trabalhados, o que corresponde a um total de 1.168.968 
“A recomendação do Ministério da Saúde é que todo o Brasil se engaje nesta mobilização de combate ao mosquito Aedes aegypti. Reforçamos que todos os municípios paraibanos trabalhem para que, juntos, possamos lutar contra o Aedes e, consequentemente, todos os agravos que ele traz”, disse a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Renata Nóbrega. Ela informou que, até o momento, apenas dois municípios do Estado não alimentaram o sistema com informações sobre as visitas. “Bonito de Santa Fé e Caiçara ainda não nos passaram os dados em relação às visitas aos imóveis. Essa atualização do
sistema é muito importante para que tenhamos um controle das atividades que estão sendo realizadas”, alertou. Renata ressaltou, ainda, a importância da participação de toda a sociedade: “Não adianta o agente passar em uma residência hoje, por exemplo, e os moradores não terem a consciência de que o cuidado deve ser diário. É preciso que a população dê continuidade à ação do governo e faça regularmente a inspeção de seus ambientes, não deixando água parada e evitando, assim, possíveis focos. Pelo menos uma vez por semana a população deve analisar seus imóveis para não permitir que o mosquito se prolifere”.
Para intensificar as atividades, o Estado conta com o apoio de profissionais de Exército Brasileiro, Corpo de Bombeiros, Marinha do Brasil, Polícia Militar, além dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Endemias. O trabalho com o Exército vem sendo realizado nos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Santa Rita e Bayeux. Com o Corpo de Bombeiros, a atividade está acontecendo nos municípios de Alhandra, Conde, Malta e Monteiro. Nos demais municípios, as visitas são realizadas pelos Agentes de Controle de Endemias (ACE).
O horário de atuação das equipes do Exército e Bombeiros está acontecendo em dias úteis, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30.
Planejamento de ações – Os municípios devem planejar a realização de visitas a todos os imóveis urbanos (residências, comércios, indústrias, órgãos públicos, terrenos baldios) e infraestruturas públicas (praças, parques, jardins, bueiros).
Os ciclos de visitas são planejados, ininterruptamente, de forma que a totalidade dos imóveis seja inspecionada de acordo com o seguinte cronograma:
1º ciclo – Conclusão até 29 de fevereiro. 2º ciclo – Conclusão até 31 de março. 3º ciclo – Conclusão até 30 de abril. 4º ciclo – Conclusão até 30 de junho.
De acordo com o técnico de Vigilância Ambiental da SES, Luiz Almeida, mesmo com a regularidade dos ciclos de visitas, a ação só vai lograr êxito se houver a participação de toda a população. “Mais de 90% dos focos do mosquito são encontrados dentro dos domicílios e peridomicílios (terrenos baldios, jardins, quintais). Cada um precisa tomar cuidado e fazer sua parte, porque esta é uma luta de toda a sociedade”, alertou.

Redação c/PBAGORA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário